Agências tradicionais x agências digitais: uma batalha controversa no #SMWSP

Foi na tarde de ontem e com a sala lotada que tive o prazer de participar do Social Media Week de Sampa. A experiência de participar de um evento global que acontece em cinco continentes foi maravilhosa. O tema é ainda mais apaixonante: mercado de agências criativas. Sim, sejam essas agências full service, tradicionais, digitais ou especializadas, elas precisam utilizar, acima de tudo, a criatividade em prol da entrega de resultado real para o negócio do cliente.

Todo mundo está cansado de saber que é preciso integrar o on/off e que o que foco precisa ser a experiência do cliente dos nossos clientes, e não na plataforma. Mas, será que é tão fácil assim conseguir esse resultado? Tudo bem que somos uma área nova, somos praticamente pré-adolescentes e como todo mundo que passa por essa fase, estamos um pouco confusos, querendo provar nosso valor e demonstrar a nossa independência. Porém, tem muita gente por aí metendo os pés pelas mãos, e ao invés de advogar a favor do fortalecimento do digital por meio de ações de sucesso, estão ampliando a desconfiança que há entorno da eficiência dos resultados que podemos alcançar. Claro que não é de propósito, mas todos nós enquanto PROFISSIONAIS da comunicação digital, precisamos contribuir com a proposta de valor das nossas agências, ou seja, precisamos trabalhar para entregar resultados reais para o negócio das marcas que confiaram a NÓS o seu posicionamento online.

Muito lindo tudo isso, o que podemos fazer para nos adaptar a esse cenário? A primeira coisa é ter humildade para entender todas as transformações que nosso ecossistema sofreu.

O cliente saiu do modelo product center para customer center alguns já estão passando ao experience center, e ainda é incentivado a comprar a mídia diretamente, o que muda a lógica da concepção de rentabilidade para o negócio.

A mídia passou a ser uma grande distribuidora de conteúdo, não produz mais ‘quase’ nada, a segmentação evoluiu de demográfica para comportamental (indo para o behavioral target) e as novas ferramentas de mensuração de resultados, como por exemplo os adserver, fazendo com que os anunciantes estejam mais munidos de informação para questionar e exigir resultados.

O consumidor foi transformado, essa é a mudança mais debatida pelo nosso mercado, há um empoderamento que o faz ecoar a voz internet afora com suas recomendações, o que impactou diretamente o processo de decisão de compra. Além disso, há uma fragmentação da atenção fortalecida pelo fenômeno da segunda tela e das possibilidade infinitas do real time.

E as agências, onde ficam em meio a todas essas mudanças? Praticamente elas perderam o principal centro de rentabilidade comissionamento por agenciamento (o popular BV), tiveram que agregar profissionais de diversas áreas: diversos especialidades da comunicação, programadores, estatísticos, arquitetos da informação, analista de sistema, pesquisa de mercado, engenheiros de softwares. Ainda conseguiu incorporar processos da tecnologia, como, por exemplo, a metodologia PMP, a utilização de softwares para gerenciamento dos projetos. Tudo isso resulta em uma necessidade cada vez mais emergente: é preciso reinventar o modelo de negócio dessas agências.

Nesse sentido, a pesquisa preliminar da minha tese já trouxe alguns resultados interessantes que podem ser ampliados a medida que mais gente participar e responder o questionário. Me ajudem a divulgar, com certeza todos ganharemos com as análises que farei em um relatório público, previsto para ser publicado em março de 2016. Responda a pesquisa e me ajude a desbravar o desconhecido: https://modeloagenciadigital.typeform.com/to/ubJDUG

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s